EQUACIONAMENTO
REG/REPLAN SALDADO 2015

SAIBA TUDO SOBRE AS COBRANÇAS EXTRAORDINÁRIAS


A FUNCEF preparou um canal de informação exclusivo sobre o equacionamento do deficit de 2015 do REG/Replan Saldado.  

O portal explica as razões do equacionamento, as regras, como será feita a cobrança extraordinária e procura esclarecer as principais dúvidas dos participantes.

Todas as informações daqui são referentes aos resultados do exercício de 2015.

capa_mulher.png

EQUACIONAMENTO REG/REPLAN SALDADO

Conheça os principais pontos do plano: o valor a ser equacionado; a taxa de contribuição extra; o prazo para equacionar; a paridade; a forma de pagamento; as regras para FAB E BUA; e a revisão anual de taxa.

equacionamento.png
grafico_causas.png

CAUSAS DO DEFICIT

(RESULTADO DE 2015)

Os resultados dos investimentos ficaram abaixo das necessidades projetadas atuarialmente para o REG/Replan Saldado em 2015. A rentabilidade foi de 3,73%, contra a meta atuarial de 17,54%.

As causas do deficit de 2015 foram detalhadas em relatório produzido pelo Grupo de Trabalho do Equacionamento, composto por representantes de todas as diretorias da FUNCEF. O documento analisa o deficit em quatro itens: resultado dos investimentos, desequilíbrio anterior, passivo atuarial e contencioso previdencial.

 

 

Regras do Equacionamento

Confira as principais regras aplicadas ao equacionamento do REG/Replan Saldado e aquelas definidas pela FUNCEF em relação à incidência no Fundo de Acumulação de Benefícios e (FAB) e no Benefício Único Antecipado (BUA).

 

grafico_regras.png

Notícias

FALE CONOSCO

Envie uma mensagem para a FUNCEF ou procure os nossos Canais de Relacionamento:

0800 706 9000
Fale Conosco
Ouvidoria
Representações FUNCEF

FALE CONOSCO