FUNCEFFUNCEF

ACESSIBILIDADE

Crédito Corporativo

 

Operações estruturadas em risco de crédito corporativo e de securitização

Para que uma proposta de investimento ingresse no Processo de Seleção da FUNCEF é necessário:

  1. Atender à legislação vigente às Entidades Fechadas de Previdência Complementar – EFPC e mercado de capitais, em especial: Resolução CMN nº 3792, Instrução CVM nº 356, Instrução CVM nº 400, Instrução CVM nº 409, Instrução CVM nº476, bem como requisitos gerenciais internos;
     

  2. Cumprir, preferencialmente, os princípios do PRI (Principles for Responsable Investments); e
     

  3. Propor aplicação/investimento de, no mínimo, de R$ 30 milhões em Carteira Própria ou de até R$ 30 milhões para a Gestão Terceirizada Exclusiva, de acordo com os limites máximos por emissor ou estrutura conforme a legislação.

As estruturas usualmente utilizadas são as debêntures, FIDC’s e CRI’s, via carteira própria ou fundos exclusivos.

Do envio da proposta

Para que uma proposta seja avaliada, o proponente deve enviar para o e-mail credito@funcef.com.br apresentação prévia e term sheet, de acordo com informações contidas em roteiro pré-definido. Clique aqui para ler o roteiro.

Após a inscrição da proposta, em até duas semanas, a FUNCEF entrará em contato para informar se houve aprovação ou não do projeto na pré-análise. Em caso de validação, será agendada uma apresentação presencial para a equipe avaliadora ou, se for o caso, encaminhamento para os gestores exclusivos.

Na apresentação presencial, a equipe da FUNCEF avaliará as oportunidades com foco nos seguintes quesitos:

Perfil do Emissor/Recebíveis

Será avaliado o Track Record do emissor ou carteira de recebíveis e  suas características, como: porte, estrutura acionária e histórico dos controladores e se já teve experiência anterior com Entidades Fechadas de Previdência Complementar.

Indicadores operacionais e financeiros

Será analisada a resiliência das informações financeiras com base em histórico de pelo menos 12 meses, destacando que quanto maior essa base, melhor a percepção para atratividade da proposta.

Tese de Investimento

Serão avaliados, entre outros aspectos, o setor de atuação, a estrutura da operação e níveis de garantias/subordinação/trigger (se houver), taxa de remuneração, prazo de vencimento, duration, volume, covenants financeiros, data de liquidação, destinação dos recursos e players envolvidos na operação.

Aderência à estratégia de investimento da FUNCEF

Será verificado o grau de aderência da proposta em relação à estratégia de investimento da FUNCEF, conforme definido pela Política de Investimentos da Fundação.


Disclosure:
 

  • O envio do material não representa aceitação, sob qualquer forma, da FUNCEF em relação à proposta ofertada;
  • Os critérios divulgados são os mínimos necessários, podendo ser apresentadas pela FUNCEF novas exigências ao longo do processo de avaliação, caso tenha decidido pela continuidade da análise do investimento proposto, tais como: triggers, auditorias legais/financeiras, contas vinculadas e comitê, dentre outros;
  • A FUNCEF não possui acordo de qualquer tipo com terceiros para apresentar, intermediar, aprovar ou negociar propostas de investimentos, não pagando taxa de remuneração sob qualquer denominação ou forma para prestação de serviços que possam auxiliar o ofertante/emissor a apresentar uma proposta;
  • Em caso de necessidade de acordo de confidencialidade (NDA) a FUNCEF adota sua minuta padrão;
  • Em caso de necessidade de memorando de entendimentos (MoU) a FUNCEF adota sua minuta padrão, podendo ser alterada conforme ajuste entre as partes;
     
  • Serão bem-vindas sugestões para aperfeiçoamento dos critérios mínimos da FUNCEF, sem obrigação de segui-los.

 


Imprimir

Balancete e RIC de novembro de 2016

Documentos apresentam os principais fatos contábeis da Fundação

MAIS NOTÍCIAS