Logo funcef

Sobre a FUNCEF

Terceiro maior fundo de pensão do país, com mais de R$ 100 bilhões em ativos e 140 mil participantes, a Fundação dos Economiários Federais (FUNCEF) é uma entidade fechada de previdência e seus participantes são empregados da CAIXA. Tem entre seus valores a transparência, ética, gestão participativa, equidade, profissionalismo, comprometimento e sustentabilidade.

O foco de sua atuação está em garantir a seus participantes e assistidos o pagamento de seus benefícios. Para isto, investe de maneira criteriosa seus recursos, em áreas diversas que se dividem em: renda fixa, renda variável, investimentos estruturados, imóveis e operações com participantes. Esses investimentos garantem o pagamento dos benefícios de seus participantes e ocorrem sempre de acordo com a sua Política de Investimentos.

Criada em 1977, a FUNCEF tem a CAIXA como única patrocinadora. A Fundação é regida pela legislação específica do setor, por seu Estatuto, pelos regulamentos dos Planos de Benefícios e por atos de gestão.

A FUNCEF foi o primeiro fundo de pensão do país a aderir ao Código Stewardship. O código reúne um conjunto de princípios e recomendações de governança para investidores institucionais – os stewards, no jargão de mercado –, responsáveis por administrar recursos de terceiros. Ainda sem tradução em português, Stewardship resume o conceito de dever fiduciário: a obrigação assumida por esses investidores em atuar no melhor interesse de seus clientes/investidores.

 


 

Estrutura administrativa

CONSELHO DELIBERATIVO
Órgão máximo de deliberação da FUNCEF, é responsável pela definição da política geral de administração da entidade e de seus planos de benefícios. A composição do Conselho Deliberativo, integrado por seis membros efetivos e seis suplentes, é paritária entre representantes dos participantes, inclusive assistidos, e da Patrocinadora. Tem como função principal deliberar sobre o Plano de Custeio da Fundação, sobre as alterações no Estatuto nos planos de benefícios e também avalia os balancetes trimestrais, o balanço anual e a prestação de contas da empresa, analisando e aprovando seus conteúdos e pareceres.

Regimento Interno do Conselho Deliberativo

CONSELHO FISCAL
Órgão de controle interno da FUNCEF, tem entre suas principais competências a emissão de parecer sobre o relatório anual de atividades da Fundação e as demonstrações atuariais e contábeis do exercício, examinar atos e operações praticadas pelos órgãos administrativos, apontar eventuais irregularidades, sugerindo medidas saneadoras, além de fiscalizar o cumprimento da legislação e normas em vigor. É composto por quatro membros efetivos, sendo dois indicados pela Patrocinadora e dois eleitos pelo voto direto, além de respectivos suplentes.

Regimento Interno do Conselho Fiscal

DIRETORIA EXECUTIVA
Órgão de administração, cabendo-lhe gerir recursos, planos e programas em estrita observância ao Estatuto, o regimento interno e seus regulamentos, e diretrizes e deliberações do Conselho Deliberativo. Tem como missão executar os atos provenientes do CD e de seu Regimento Interno; autorizar serviços e decidir sobre bens; aprovar balancetes, prestar contas; decidir planos e critérios necessários à administração; deliberar acordos que envolvam responsabilidade econômico-financeira e aprovar convênios destinados aos associados. A Diretoria Executiva é paritária, com dois diretores indicados pela patrocinadora e dois eleitos pelo voto direto.

Regimento Interno da Diretoria Executiva

 


 

Propósito

Contribuir, de forma ativa, para a qualidade de vida dos participantes.

Missão

Desenvolver e gerir soluções previdenciárias, de forma sustentável, eficiente e segura.

Visão

Ser reconhecida como uma instituição de credibilidade e confiança, com excelência na administração dos recursos e satisfação dos participantes.

Valores

COMPROMETIMENTO

EQUIDADE

INOVAÇÃO

COLABORAÇÃO

TRANSPARÊNCIA

INTEGRIDADE

SUSTENTABILIDADE


Veja também

DIRETORIAS E CONSELHOS

Diretoria Executiva

Diretoria Executiva

Conselho Deliberativo

Conselho Deliberativo

Conselho Fiscal

Conselho Fiscal


COMITÊS DE ASSESSORAMENTO TÉCNICO

Investimentos - CD

Benefícios

Conduta e Ética

Auditoria

Riscos

Elegibilidade

COMITÊ DE ASSESSORAMENTO TÉCNICO DA DIRETORIA EXECUTIVA

O Comitê de Asset Liability Management da Diretoria Executiva (CALM) tem por objetivo assessorar tecnicamente, em caráter consultivo, a Diretoria Executiva.

Regimento Interno do Comitê de ALM

Diretoria

Membros

PRESI

Carlos Augusto Pacheco Pereira
Raphael dos Reis Carvalho

DIBEN

Monia Zucchetti
Paloma Maciel Alves da Silveira

DIRIN

Raphael Rodrigues Fonseca
Carlos Felipe Fernandes Correa

DIACO

Fabyana Santin Alves Saab
Jan Nascimento

O Comitê de Compras é um órgão autônomo, de caráter deliberativo, criado nos termos do inciso XXVI do artigo 32, do Estatuto FUNCEF, com a finalidade de deliberar, nos limites de sua competência e alçada, sobre as compras e contratações, bem como aditivos contratuais. O Comitê é composto por dois membros de cada Diretoria, sendo um titular e um suplente.

Regimento Interno do Comitê de Compras e Contratações

Diretoria

Titular

Suplente

PRESI

Lucimar de Souza Ferreira (coord.) 

Raphael dos Reis Carvalho

DIBEN

Dionisio Reis Siqueira

Marisa Serra Alaby

DIRIN

Brícia Ferraz Zinato

Ana Carolina Bezerra de Menezes

DIACO

Marilde Perin Zarpellon 

Lucas Ferreira de Castro

O Comitê de Assessoramento Técnico D&O tem caráter opinativo e deliberativo quando se tratar de questões relacionadas ao Custeio de Defesa e de ressarcimento interno.

Regimento Interno do Comitê de D&O

Diretoria

Membro indicado

Suplente

PRESI

Raphael dos Reis Carvalho (coord.)

Adriana Alice da Nóbrega Portela

GEJUR

Laércio Barbosa de Melo

Eleonora Rangel Nacif

DIACO

Silvio Gulias Junior

Dayane Cristina Silva Campos Araújo

A sigla ASGI deriva de responsabilidade ambiental, social, de governança e de integridade, representando um conjunto de critérios adotado pelos maiores gestores globais de investimento na tomada de decisões.

O Comitê ASGI da Fundação, vinculado à Diretoria Executiva, é uma evolução da Política de Responsabilidade Socioempresarial e outros normativos da FUNCEF sobre o tema.  

Entre os objetivos do Comitê, que tem caráter opinativo e propositivo, está o de promover ações com vistas à atuação da FUNCEF como uma organização socialmente responsável e sustentável. Isso inclui a promoção da igualdade entre as pessoas e o desenvolvimento de uma cultura voltada à valorização da diversidade, sem qualquer tipo de preconceito e discriminação.  

Regimento Interno do Comitê de ASGI

Diretoria

Titular

Suplente

PRESI

Maurício Irajá Almeida de Macedo Couto

Bruno José de Miranda

DIBEN

Patrícia de Carvalho Lustosa

Dionísio Reis Siqueira

DIRIN

Gisele Maravieski de Castro

Reinaldo Ferreira Silvério Custódio

DIACO

Bárbara Canongia de Faria (coord.) 

Landu Ângelo Vasconcelos e Silva

O Comitê de Investimentos da Diretoria Executiva (CID) tem por objetivo assessorar tecnicamente, em caráter consultivo, a Diretoria Executiva da FUNCEF nas decisões relacionadas à gestão dos investimentos dos planos de benefícios administrados pela Entidade, observados os aspectos de conformidade, risco, governança, jurídico e econômicofinanceiro dos investimentos, de acordo com a legislação vigente e a Política de Investimentos. O Comitê é composto por dois membros de cada Diretoria, sendo um titular e um suplente.

Regimento Interno do Comitê de Investimentos da DE

Diretoria

Titular

Suplente

PRESI

Carlos Augusto Pacheco Pereira

Raphael dos Reis Carvalho

DIACO

Rodolfo Machado de Almeida

Fabyana Santin Alves Saab

DIRIN

Reinaldo Ferreira Silvério Custódio

Fabiano Nogueira Alves

DIRIN

Odirley Araújo Rios

Tássio Araújo Vieira